Notícias sobre o tratamento biofarmacêutico (câncer de ovário, mama, pulmão, coloretal, esofágico, gástricos, leucemia, epiteliais).

Notícias

Notícias, artigos e atualização científica

Imunoterápicos Recepta / Agenus: opções promissoras para o tratamento de câncer uterino.

Balstilimabe com ou sem a combinação de zalifrelimabe demonstrou taxas de resposta objetivas promissoras, independentemente da expressão de PD-L1, oferecendo esperança renovada para os pacientes que têm opções de tratamentos limitadas.

Compartilhe este post

Imunoterapia: a melhor arma anticâncer.

Tratamentos que ensinam o sistema imunológico a combater o câncer já são a melhor opção para alguns tumores. Está prevista para 2021 a aprovação dos primeiros bloqueadores de PD-1 e CTLA-4 nacionais da ReceptaBio. A principal meta da Recepta para o ano que vem é oferecer imunoterapia para o tratamento de câncer de colo de útero. Entenda...

Compartilhe este post

Tecpar e Recepta Biopharma firmam acordo para produzir oncológico inovador.

O Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) e a Recepta Biopharma firmaram um memorando de entendimentos para o desenvolvimento conjunto de medicamentos oncológicos inovadores. O acordo entre as duas empresas busca atender a uma nova orientação do Ministério da Saúde, para que o Brasil desenvolva tecnologias de ponta na área da saúde.

Compartilhe este post

Farmacêuticas produzirão anticorpos monoclonais no Brasil.

Duas empresas brasileiras, a Recepta Biopharma e a Cristália, ingressaram no seleto segmento de indústrias de biotecnologia aplicada à saúde humana que desenvolvem anticorpos monoclonais imunomoduladores (mAbs, na sigla em inglês). Esse investimento em biotecnologia ilustra a importância da inovação para as indústrias farmacêuticas, avaliam cientistas brasileiros.

Compartilhe este post

CNPq. Um olhar atento para a inovação.

Durante a palestra realizada na sede do Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico (CNPq/MCT), José Fernando Perez pontuou que um dos aspectos centrais para a ampliação da atividade inovadora no País é o estimulo ao diálogo entre a academia e as empresas.

Compartilhe este post

Top