Pesquisa e desenvolvimento de novos peptídeos com propriedades antitumorais para aplicação oral ou intravenosa em tratamentos oncológicos (Biofarmacêutica).

Peptídeos Recepta

Buscando na bancada respostas
para a saúde da população

Anticorpo monoclonal Rb9

Peptídeos Rb9

A ReceptaBio possui um programa de P&D de novos peptídeos para fins oncológicos. Este programa é desenvolvido em colaboração com cientistas brasileiros nos laboratórios liderados pelo Prof. Dr. Luiz Travassos, professor titular da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) e membro do Conselho Consultivo da ReceptaBio e Prof. Dr. Alexandre Barbuto, professor associado da Universidade de São Paulo (USP), que pesquisam a atividade anti-tumoral e o mecanismo de ação de alguns peptídeos. Várias dezenas de peptídeos foram gerados a partir da região determinante de complementariedade (CRDs) de diferentes anticorpos monoclonais humanizados estão sendo testados quanto suas potenciais habilidades terapêuticas. Dois deles – denominados Rb9 e Rb10 – foram objeto de patente já concedida em vários países. Em particular, o Rb9 está sendo desenvolvido para ser levado para clínica.

Top