Medicamentos inovadores para o tratamento contra o câncer

Recepta Biopharma

Recepta Biopharma

Biotecnologia em favor da vida

A Recepta Biopharma é uma empresa brasileira de biotecnologia dedicada à pesquisa e ao desenvolvimento de novos fármacos para o tratamento do câncer. A Recepta foi fundada em 2006, fruto de uma parceria de empresários brasileiros com o Instituto Ludwig de Pesquisa sobre o Câncer (LCR), compartilhando a visão de que o Brasil oferece um conjunto significativo de vantagens competitivas para o desenvolvimento da biotecnologia voltada para saúde humana.

01. Anticorpos Monoclonais

Geração de linhagens e desenvolvimento de anticorpos monoclonais para uso clínico no tratamento de diversos tipos de câncer, incluindo testes pré-clínicos e clínicos. Em particular, a ReceptaBio está desenvolvendo dois anticorpos imunomoduladores de última geração.

02. Peptídeos

Descoberta e pesquisa de peptídeos com potencial para uso clínico no tratamento do câncer, conforme verificado em testes pré-clínicos in vitro e in vivo.

O câncer

O câncer

Uma nova opção terapêutica

O câncer é a segunda principal causa de morte em todo o mundo e responsável por 8,8 milhões de mortes em 2015. Globalmente, quase 1 em 6 mortes é devida ao câncer. Aproximadamente 70% das mortes por câncer ocorrem em países de baixa e média renda. No Brasil, uma estimativa para 2016 era de quase 600 mil novos casos de câncer (INCA). Ao contrário da doença cardíaca, as taxas de sobrevivência ao câncer não melhoraram significativamente nos últimos 50 anos. O câncer continua, assim, representando um desafio para a ciência médica.
Saiba mais...

13 milhões

A cada ano, mais de 13 milhões de pessoas no mundo são diagnosticadas com câncer

8,8 milhões

O câncer é a 2ª. principal causa de morte em todo o mundo e responsável por 8,8 milhões de mortes em 2015

600 mil

No Brasil, uma estimativa para 2016 era de quase 600 mil novos casos de câncer

Produtos ReceptaBio

Produtos ReceptaBio

A inovação para o tratamento do câncer

O desenvolvimento de anticorpos monoclonais e peptídeos, como agentes diagnósticos ou terapêuticos, envolve várias etapas de pesquisa, entre elas os estudos pré-clínicos e os testes clínicos. Navegue em nosso portfólio, clicando nos nomes dos produtos, para conhecer mais sobre cada biofármaco.

ProgramaParceirosDescobertaDesenvolvimento Pré-ClínicoFase I/II
Modulador Checkpoint RebmAb700 • Agenus Inc.

ANTI-PD-1

RebmAb600 • Agenus Inc.

ANTI-CTLA-4

Anticorpo-fármaco conjugado RebmAb200 • Mersana Therapeutics

Anticorpo monoclonal RebmAb100 • Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP)
• Instituto Ludwig de Pesquisa sobre o Câncer (LCR)

RebmAb300 • Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP)
• Instituto Ludwig de Pesquisa sobre o Câncer (LCR)

RebmAb400 • Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP)
• Instituto Ludwig de Pesquisa sobre o Câncer (LCR)

Peptídeo Rb9 • Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP)
• Unidade de Oncologia Experimental da Universidade Federal do Estado de São Paulo – UNIFESP

Notícias

Notícias

Notícias e artigos sobre o universo da Biotecnologia e tratamento do câncer

Desenvolvimento de Biofármacos. Investimentos em pesquisa têm recursos garantidos.

A empresa de biotecnologia Recepta Bio, em São Paulo, desenvolve moléculas biológicas com potencial de cura para diversas doenças, como câncer. A empresa recebeu R$ 30 milhões da Finep, financiadora de estudos e projetos e principal agência pública de fomento à ciência, tecnologia e inovação no Brasil. Esta sociedade com a Finep já trouxe resultados.

Desenvolvimento de medicamentos contra o câncer.

09 de abril de 2018 Anticorpos Monoclonais

Publicado por Míriam Albagli

Desenvolvimento de medicamentos contra o câncer.

A Recepta Biopharma comemorou os resultados de testes em modelo animal, feitos pela empresa farmacêutica norte-americana Mersana Therapeutics. A pesquisa destina-se à geração de um novo fármaco para tratamento de câncer, através de um Anticorpo Monoclonal (RebmAb200) desenvolvido pela empresa brasileira em parceria com o Instituto Butantan.

Recepta avança na pesquisa de peptídeos antitumorais.

09 de abril de 2018 Peptídeos Bioativos

Publicado por Míriam Albagli

Recepta avança na pesquisa de peptídeos antitumorais.

As atividades de pesquisa e desenvolvimento de novos biofármacos da Recepta têm sido realizadas por meio de parcerias com centros de excelência no ambiente acadêmico. Essas parcerias respondem também ao desejo de cientistas e acadêmicos de fazer com que o conhecimento produzido na bancada de laboratórios de universidades chegue a seu fim último de aplicação para o benefício da sociedade. Entenda...

Top